Tecnologia nacional permite aplicar energia solar na refrigeração

0
430
Os empreendedores Hebert Ventura (em primeiro plano), Dorival Benedetti (à esq.) e João Galdino | Foto: Arquivo pessoal Blog do Frio

O mercado do frio pode estar próximo de resolver um gargalo que mesmo hoje, quase 120 anos após o engenheiro mecânico norte-americano Willis Carrier ter inventado o ar-condicionado, ainda não permite que muita gente disponha de conforto térmico em casa, principalmente em função das elevadas tarifas de energia elétrica.

Isso porque, após anos de pesquisa e desenvolvimento e diversas modificações para aprimoramento, o eletrotécnico Dorival Benedetti criou uma tecnologia que permite o funcionamento eficiente de sistemas de refrigeração e ar condicionado, a partir da aplicação de baterias e de energia solar.

Assim, equipamentos de climatização que atualmente representam a maior parte da conta de luz poderão, futuramente, gastar o mesmo que um simples refrigerador. Proporcionalmente, será possível obter a mesma economia com o refrigerador, que passaria a consumir como uma lâmpada comum.

A equipe por trás desse projeto é composta ainda por Hebert Rodrigues Ventura, formado na área de logística, mas que também lida com refrigeração e inversores, e pelo economista João Galdino de Medeiros, responsável pela parte burocrática do negócio, atuando, por exemplo, na renovação constante da patente de inovação depositada no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Ainda sem nome comercial, a tecnologia atua diretamente no sistema elétrico de compressores dos aparelhos de ar condicionado e de refrigeração domésticos, podendo ser utilizada em corrente contínua e alternada e com energia renovável, como a solar.

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions Alcantara Machado sobre o mercado. Para continuar lendo, visite o Blog do Frio com a matéria completa.

Facebook Comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here