Foto: Shutterstock

Responsável por 26,6% do Produto Interno Bruto em 2020, segundo dados divulgados ontem (11) pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o agronegócio tem, no setor do frio, importante aliado para seguir crescendo.

Isto porque máquinas agrícolas, como tratores, colheitadeiras, plantadeiras, pulverizadores e semeadeiras, têm se destacado pela tecnologia envolvida em sua construção, inclusive com equipamentos de climatização cada vez mais eficientes.

Mesmo na primeira fase da pandemia, em 2020, as receitas com vendas de máquinas computadas entre janeiro e junho cresceu 6,2% na comparação com o mesmo período de 2019, atingindo R$ 8,221 bilhões, de acordo com dados da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

Essa é uma seleção de conteúdo da Reed Exhibitions sobre o mercado. Para continuar lendo sobre o assunto, visite o site Blog do Frio com a matéria completa.

Facebook Comments Box