Ventilação reduz em mais de 80% risco de infecção por covid em escolas

Negligenciados no Brasil, exaustores foram capazes de diminuir a taxa de contaminação em até 5 vezes em salas de aula italianas

Ventilação reduz em mais de 80% risco de infecção por covid em escolas
Foto: Shutterstock

Com o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras, condenada pelos especialistas, restam menos medidas para diminuir o risco de transmissão da covid-19 em locais fechados, mas elas existem.

Uma delas, bastante efetiva e pouco aplicada no contexto brasileiro, é a ventilação adequada dos ambientes, conforme destaca reportagem publicada pelo Jornal da USP na última sexta-feira (25).

O periódico da Universidade de São Paulo informa que estudo conduzido pela Fundação David Hume na região de Marche, na Itália, comparou dados de mais de 1.400 escolas e concluiu que a implementação de sistemas de ventilação mecânica controlada (VMC) em salas de aula reduziu em 82,5% o risco de infecção pelo Sars-CoV-2 entre os alunos.

A VMC é basicamente a utilização de exaustores de ar para forçar a troca de ar, e foi usada no contexto do hemisfério norte, onde as janelas ficam vedadas para manutenção do aquecimento em boa parte do ano.

Esta é uma curadoria de conteúdo da RX Brasil sobre sistemas de ventilação. Para continuar lendo, acesse o Blog do Frio.

Leia também: Ar-condicionado com fluido refrigerante ecológico, entenda o que é e os benefícios

Facebook Comments Box